Na palma da mão e na mira dos criminosos

Aplicativo do governo federal é aliado de vítimas de roubos de celulares

by Voz Comunicação

Ele está sempre ao lado: seja na bolsa, no bolso ou mesmo na mão, o celular é companheiro de muita gente hoje em dia, em todos os lugares e horários. Dados da Anatel, de dezembro de 2023, revelam que o Brasil encerrou o ano passado com 256,3 milhões de celulares. São 98,51 aparelhos para cada 100 habitantes, em média.

 

Quanto mais funções os smartphones têm, mais eles estão em todos os ambientes: são usados para trabalho, comunicação direta, lazer, uso de redes sociais, servem para auxiliar em pagamentos e até acessar bancos. Tantas tendem a tornar os celulares uma fonte de informações importantes e fundamentais.

 

Por isso, os alertas de segurança precisam ser grandes. Os números de roubos e furtos de aparelhos são preocupantes em Pernambuco. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), três celulares são roubados por hora no Estado.  Somente entre janeiro e novembro do ano passado a polícia pernambucana recuperou mais de 12.300 aparelhos celulares.

 

 

PRECAUÇÕES

 

O professor da Wyden, Thalles Canela, especialista em Segurança de Redes, enumera algumas dicas de segurança em caso de ser vítima de roubo ou furto de celular, ou mesmo se perder o aparelho. O aplicativo “Celular Seguro”, lançado pelo Governo Federal no fim do ano passado, é um aliado, segundo o professor.

 

“Acredito que isso já deveria ter sido implementado há algum tempo. E eu gostei muito porque, lá no aplicativo, você tem algumas informações técnicas, que antes você precisaria informar códigos do celular para você ter. Agora, basta baixar, na Play Store ou na Apple Store, o aplicativo oficial do Governo Federal. Quando você faz o cadastro, precisa fornecer alguns dados, como indicar três pessoas que são da sua confiança, e fornecer também informações sobre aplicativos de banco. Se o celular for roubado, você pode acionar os métodos de segurança e o telefone é bloqueado”, explica.

 

ALERTAS OFICIAIS DE BLOQUEIOS

 

O Programa Celular Seguro já contabiliza mais de 20 mil alertas de bloqueios referentes a perda, roubo ou furto de aparelhos, a partir de usuários que já instalaram o aplicativo em seus telefones móveis. A iniciativa criada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, do Governo Federal, já possui mais de 1,4 milhão de usuários cadastrados em todo o país, com mais de 1,1 milhão de telefones cadastrados.

 

O acesso ao Celular Seguro é feito por meio do site gov.br. Os aparelhos podem ser registrados pelo site (celularseguro.mj.gov.br) ou aplicativo, disponíveis na Play Store (Android) e na App Store (iOS).

Related Posts

Leave a Comment