Sommelière explica como acertar na harmonização de vinhos para a ceia de Natal

by Voz Comunicação

Vai chegando o final do ano e o assunto passa a ser a ceia de Natal, entre amigos ou familiares, essa é uma tradição que perdura há muitos anos. Para os apreciadores de vinhos, cada vez mais no nosso país, a dúvida recai sobre que vinho harmonizar com cada prato natalino. Segundo a sommelier da importadora Wine Concept Brasil, Jorgeane Meriguette, as vezes essa combinação entre rótulos e comidas é mais fácil do que parece.  Um grande coringa é o espumante, tão usado para brindar a virada do ano, também cai super bem com entradas e até mesmo com uma salada de bacalhau. Para quem gosta de Salpicão a pedida é um vinho rosé. “Um rosé com acidez equilibrada e com notas frutadas, marcado pela leveza e frescor casa super bem com esse prato”, explica Jorgeane.

 

Carnes brancas como peru e frango pedem um vinho branco, principalmente se o preparo da proteína não levar muitos condimentos. A ideia aqui é optar por um vinho leve e fresco, com notas cítricas e aromas frutados, como maçã verde e pêssego. Quando se parte para uma carne de porco (pernil, por exemplo) e pratos com carne vermelha (filet) a ideia é não arriscar e ir na clássica combinação com vinhos tintos. “A ideia aqui é pensar em um tinto mais leve para carnes menos condimentadas e um vinho mais encorpado, principalmente se a carne levar cogumelos no preparo ou passar por algum tipo de defumação”, ressalta a sommelière.

 

Para fechar a ceia com bolos e as famosas rabanadas, a ideia é investir num vinho de sobremesa, como um vinho do Porto. “Um vinho do Porto encorpado, com notas complexas de frutas secas e especiarias. Sua doçura equilibrada e acidez oferecem o casamento perfeito com a rabanada. Ao harmonizar esses sabores, você cria uma combinação sublime, onde o doce das rabanadas é complementado pelas nuances ricas e aromáticas do vinho. É uma experiência sensorial que certamente será inesquecível”, finaliza Jorgeane.

Related Posts

Leave a Comment