Carnaval com saúde bucal em foco: dentista orienta sobre cuidados durante a folia

by Voz Comunicação

O Carnaval é tempo de alegria, festa e, para muitas pessoas, de beijar muito. Entretanto, é importante lembrar que, além da diversão, a folia pode trazer consigo alguns riscos para a saúde bucal. De acordo com o cirurgião dentista e doutor em Odontologia, João Aroucha, que também é professor do curso de Odontologia da Estácio Recife, existem doenças que são transmitidas pelo beijo.

“A maioria delas são curta duração e geralmente se curam sozinhas. No entanto, complicações podem ocorrer, algumas até mesmo permanentes. Infecções sexualmente transmissíveis, doenças respiratórias e problemas do trato digestivo estão entre as mais comuns. As gotículas de saliva podem transportar vírus, bactérias e fungos de uma pessoa para outra, tornando a prevenção essencial”, explica.

A prevenção, segundo o especialista, envolve a manutenção da imunidade através da hidratação, alimentação equilibrada, sono adequado e proteção solar. Esses cuidados não apenas contribuem para a saúde geral, mas também têm impacto direto na saúde bucal.

“Durante a folia, é crucial evitar períodos longos de jejum, pois isso pode contribuir para o mau hálito. O consumo de álcool, comum nessa época, combinado com o calor, pode resultar em desidratação, associada a diversos problemas bucais. Por isso é importante sempre alternar as bebidas alcoólicas com água mineral para manter a hidratação”, aponta.

A higiene bucal não pode ser esquecida, mesmo em meio à festa. “Escovar os dentes e usar fio dental após as refeições são práticas essenciais. Caso esqueça a escova em casa, uma maçã pode ser uma aliada, ajudando a limpar os dentes. Além disso, com o sol forte do Carnaval, é crucial lembrar do protetor labial com filtro UV para proteger a boca dos raios solares”, completa o cirurgião dentista.

Para evitar surpresas desagradáveis, o professor da Estácio Recife enfatiza ainda a importância de não abrir embalagens ou garrafas com os dentes. “Esses hábitos podem resultar em danos permanentes, levando a situações de emergência odontológica”, finaliza.

Related Posts

Leave a Comment