Economia de até 40% na conta de luz atrai empresas para Mercado Livre de Energia

Liberação para consumidores de alta e média tensão começa a partir de janeiro. Kroma Energia salienta livre negociação de preço como uma das maiores vantagens para migração.

by Voz Comunicação

 

Faltando poucos dias para a abertura do Ambiente de Contratação Livre (ACL), mais conhecido como Mercado Livre de Energia no Brasil, a falta de conhecimento sobre o tema ainda é uma realidade, mesmo que essa mudança traga uma redução de até 40% no valor da conta de energia para supermercados, hospitais, hotéis, escolas, padarias, indústrias e tantos outros estabelecimentos. A partir de janeiro de 2024, de acordo com a Portaria Normativa Nº 50/2022, do Ministério das Minas e Energia, será liberada a opção de migração de todos os consumidores classificados como Grupo A (de alta e média tensão) para esse ambiente de contratação livre.

 

“O Mercado Livre de Energia é um ambiente de negociação onde o cliente possui a liberdade de escolher quem vai fornecer sua energia”, explica o CEO da Kroma Energia, Rodrigo Mello, uma empresa pernambucana que tem 15 anos de mercado e foi a primeira comercializadora do Nordeste. Os consumidores de média e alta tensão que estão no Grupo A são empresas de grande e médio porte, entre comércios e indústrias, que utilizam voltagem acima de 2,3 kV (quilovolts), ou seja, que geralmente possuem uma conta de luz média superior a R$ 10 mil mensais, de acordo com estimativas da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).

 

Sendo assim, a partir de 1º de janeiro de 2024, os consumidores classificados como Grupo A poderão optar pela compra de energia elétrica a qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional. De acordo com Rodrigo Mello, a tendência do mercado no mundo todo é a energia limpa e descarbonizada. “O ambiente de contratação livre é a melhor escolha, não apenas para quem deseja uma economia na conta, como também para contribuir com a sustentabilidade e na preservação do meio ambiente”, comenta o CEO da Kroma Energia.

 

Por ser uma empresa completa de soluções para gestão, comercialização e geração de energia, um dos serviços da Kroma é auxiliar na migração de unidades consumidoras para o mercado livre de energia. Rodrigo Mello salienta as vantagens competitivas com a migração para o Ambiente de Contratação Livre, que viabilizam a redução de até 40% no preço da energia – um dos principais insumos das empresas de médio e grande porte. “Através do Mercado Livre de Energia, é possível negociar livremente as condições comerciais com o fornecedor, quantidade de energia contratada, preço, período de suprimento e pagamento, entre outros fatores”.

 

As empresas que já utilizam energia limpa não se arrependem da escolha. O superintendente do Hospital Jayme da Fonte, Antônio Jayme da Fonte, atesta os benefícios. “Estamos fazendo uma economia em torno de 19% ao mês desde 2020, quando iniciamos nosso relacionamento comercial com a Kroma. Isso representa uma economia de R$ 1 milhão durante esse período, além do benefício muito grande ao meio ambiente”, afirma.

 

A gerente de Suprimentos do Grupo Iquine, Natália Andrade, salienta que a empresa já conseguiu uma economia maior que R$ 3,5 milhões desde março de 2020, quando começou a trabalhar com a Kroma Energia. Já no CESAR School (Centro de Estudos e Sistemas Avançados no Recife), a economia é de 30% nos gastos com a conta de luz. “Sanamos um problema que tínhamos, que era a geração de energia em horário de pico através de um gerador a diesel. Energia é um dos principais insumos para o nosso negócio”, comenta Júlio Glasner, engenheiro eletricista do CESAR.

Confira os principais benefícios do Mercado Livre de Energia:

– Economia de até 40% na sua conta de energia, com a Kroma Energia;

– O consumidor tem a liberdade de tomar suas próprias decisões em todo o processo da compra de energia;

– Com um mercado mais competitivo, o cliente tem acesso aos melhores preços no mercado de energia;

– Previsibilidade: livre de bandeiras tarifárias e condições externas;

– Total controle sobre o custo da energia, prevendo o valor que será pago por MWh;

– Flexibilidade para negociar livremente através de contratos bilaterais;

– No Mercado Livre de Energia, o preço é único em qualquer horário.

– Menor impacto ambiental, com a redução da emissão de CO2 na atmosfera.

 

 

Related Posts

Leave a Comment