Imposto de Renda: como se proteger de golpes na hora de fazer a declaração

by Voz Comunicação

Com a temporada de declaração do Imposto de Renda em pleno vapor, os contribuintes precisam estar alerta não apenas para garantir a precisão das informações enviadas ao leão, mas também para se proteger dos golpes cada vez mais sofisticados, que de maneira falsa, usam o nome da Receita Federal para roubar informações pessoais e financeiras dos contribuintes.

O analista de suporte e professor do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Estácio, Jorge Israel, explica que mensagens telefônicas e de aplicativos são as formas de atuação preferidas desses golpistas. “Eles estão agindo com cada vez mais astúcia, se passando pela Receita Federal de diversas maneiras. Por exemplo, eles simulam e-mails da Receita Federal, replicando o perfil e layout oficial do órgão. Dentro desses e-mails, eles explicam que é hora de fazer a declaração e instruem o contribuinte a baixar um aplicativo falso. O perigo está nos links fornecidos, que direcionam o usuário para sites fraudulentos”, explica.

Ao clicar nesses links, os contribuintes são conduzidos a páginas controladas pelos golpistas, onde são solicitadas diversas informações pessoais, incluindo dados bancários. Uma vez fornecidos, os golpistas ganham acesso total e irrestrito às informações da vítima, colocando-a em risco iminente de roubo de identidade e fraude financeira e podendo gerar, inclusive, prejuízos financeiros graves ao contribuinte.

Para evitar cair nesse tipo de golpe, o profissional recomenda sempre suspeitar de qualquer tipo de mensagem repentina de remetente desconhecido, especialmente se essa mensagem fizer uma cobrança inesperada. Vale lembrar, ainda, que todos os pagamentos à receita são feitos através de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) e não por PIX ou transferência bancária, e que a Receita não envia links de pagamento em suas comunicações e alertas.

“É fundamental ficar atento e não clicar em nenhum tipo de e-mail suspeito. Sempre procure o site oficial da Receita Federal para informações e procedimentos relacionados à declaração do Imposto de Renda”, enfatiza Israel. O profissional alerta, ainda, sobre a importância de consultar fontes oficiais e seguir as orientações de especialistas em segurança digital. “Isso pode fazer a diferença entre a segurança financeira e a vulnerabilidade diante de fraudadores mal-intencionados”, conclui.

Orientação gratuita no Recife – Para ajudar quem tem dúvidas ou nunca fez a declaração, professores e alunos do Centro Universitário Estácio Recife estão oferecendo atendimento gratuito para a população por meio do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), que conta com apoio técnico da Receita Federal do Brasil. Os atendimentos acontecem nas segundas-feiras, das 8h às 13h, e nas terças-feiras, das 13h às 18h, no campus da Estácio Recife, na Avenida Abdias de Carvalho, no bairro da Madalena, até o final do prazo estipulado pela Receita Federal.

De acordo com Pedro Assis, coordenador do NAF da Estácio Recife, para tirar dúvidas ou declarar o Imposto de Renda Pessoa Física é preciso levar os seguintes documentos: documentos originais pessoais do contribuinte e dependentes; comprovantes de rendimento 2023; outros documentos que comprovem receitas em 2023; documentos de bens e direitos, caso possua; cópia da última declaração de IR, caso possua.

Além da orientação sobre Imposto de Renda, no NAF também são ofertados gratuitamente os serviços de regularização de CPF, orientação ao microempreendedor individual (MEI) e regularização de MEI. Quem tiver dúvidas sobre os atendimentos pode entrar em contato pelo e-mail naf.recife@estacio.br. O campus da Estácio Recife fica na Av. Eng. Abdias de Carvalho, nº 1678, no bairro da Madalena.

Related Posts

Leave a Comment