Mercado de seguros de Pernambuco cresce 8,8% em 2023

Somente no Recife, as empresas seguradoras geraram no ano R$ 26,9 milhões em ISS retido na fonte

by Voz Comunicação

O mercado de seguros em Pernambuco apresentou um desempenho sólido em 2023, com crescimento em diversas áreas, de acordo com dados da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). A arrecadação total do setor no estado atingiu R$ 6,922 bilhões (sem DPVAT e Seguro Saúde), um aumento de 8,8% em relação ao ano anterior. O Seguro Automóvel foi um dos principais responsáveis por essa alta, com uma arrecadação de R$ 1,223 bilhão, um crescimento de 11,3%.

O Seguro Condomínio também apresentou um crescimento expressivo, de 35,8% na arrecadação, totalizando R$ 9,3 milhões. Já o Seguro de Vida teve uma arrecadação de R$ 492 milhões, um aumento significativo de 23%. “O movimento ascendente do Seguro de Vida é observado nacionalmente, principalmente nos últimos três anos. Atribuímos esse crescimento significativo ao impacto da pandemia, que despertou uma conscientização maior sobre a importância da proteção financeira em situações inesperadas”, afirma Ronaldo Dalcin, presidente do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne).

O retorno para a sociedade em pagamentos de indenizações, benefícios, resgates e sorteios também ficou em alta em Pernambuco, atingindo R$ 1,682 bilhão, um aumento de 14,4% em relação ao ano anterior. Entre os destaques ficou o Seguro Automóvel, que registrou um aumento de 32,7% nos pagamentos, totalizando R$ 571,4 milhões. O Seguro de Vida também apresentou um crescimento significativo, de 13,1%, com pagamentos de R$ 81,4 milhões. E o Seguro Viagem em Pernambuco teve um aumento expressivo de 116,1% nos pagamentos de sinistros, totalizando R$ 3,9 milhões, crescimento que pode estar relacionado à retomada das viagens internacionais após a pandemia.

“O mercado de seguros em Pernambuco é pujante, com considerável retorno à sociedade. Somente no Recife, em 2023, as empresas seguradoras geraram R$ 26,9 milhões em ISS retido na fonte. Esse valor corresponde à metade do orçamento municipal para habitação no mesmo ano, segundo o Portal da Transparência”, destaca Ronaldo Dalcin.

Seguros em alta no Brasil

 De acordo com dados da CNseg, o setor de seguros (exceto DPVAT e Seguro Saúde) registrou em 2023, no Brasil, um crescimento total de 9%. O montante arrecadado ultrapassou a marca dos R$380 bilhões. Já na região sindical que abrange os 13 estados de responsabilidade do Sindsegnne, o crescimento total foi de 6,8%, com arrecadação de mais de R$34 milhões.

No total, o mercado segurador brasileiro retornou para a sociedade, em pagamento de indenizações, benefícios, resgates e sorteios, mais de R$225 bilhões, representando um crescimento de 2,5% em relação a 2022. Na região Norte e Nordeste (exceto Bahia, Sergipe e Tocantins), foram pagos mais de R$8 bilhões pelo setor, com alta de 3,3%, acima da média nacional.

Segundo Ronaldo Dalcin, presidente do Sindsegnne, o resultado positivo de 2023 foi impulsionado, principalmente, pelos produtos destinados a Danos e Responsabilidades. “Os ramos de destaque nos estados sob nossa gestão, apresentando crescimento superior à média nacional, foram Seguro de Crédito e Garantia, com 26% de crescimento e uma arrecadação de R$402,1 milhões em 2023”, aponta.

De acordo com o presidente, o Seguro Rural teve uma evolução de 23,7%, o que equivale a R$711,3 milhões. “O Seguro de Responsabilidade Civil se desenvolveu 18% a mais que em 2022, somando R$165,6 milhões, e a concentração maior deste montante, 67,1%, está distribuída nos estados da região Nordeste que fazem parte do Sindsegnne”, afirma. O Seguro de Vida também seguiu em trajetória de ascensão em 2023, com alta de 12,4%, totalizando R$2,57 bilhões arrecadados.

Para o ano de 2024, o executivo acredita que o mercado de seguros se mantenha com percentuais de crescimento acima do PIB nacional, demonstrando todo o potencial do setor em contribuir para a evolução da economia brasileira. “O mercado de seguros ainda tem bastante espaço para avançar no Brasil e a nossa região está repleta de oportunidades. Nossa expectativa é continuar crescendo, em grande parte amparados pelas ações do Plano de Desenvolvimento do Mercado de Seguros, Previdência Aberta, Saúde Suplementar e Capitalização (PDMS), iniciativa da CNseg”, prevê.

Related Posts

Leave a Comment